Contagem regressiva para o Pipa Longbrothers Festival

  Praia do Madeiro Foto Isabel Pistelli                                                                                                                                                                                                                 Contagem regressiva para o Smolder Apresenta: Pipa Longbrothers Festival

Com previsão de ótimas ondas para o fim de semana comunidade do longboard do Nordeste e do Brasil se agita e promete comparecer em peso ao paraíso potiguar

Publicidade

Nos dias 06, 07 e 08 de julho a Praia do Madeiro, localizada em Pipa-RN, será palco para um dos maiores festivais culturais do surf já realizados em toda região: o Smolder Apresenta: Pipa Longbrothers Festival, evento que pretende reunir toda a comunidade do surf de pranchões do Brasil em um confraternização de amigos reunidos para celebrar a Cultura do Esporte dos Reis Havaianos em uma das praias mais paradisíacas do Nordeste.

A Abertura Oficial do evento acontece nesta sexta-feira (06) com o Briefing Técnico, um Debatesurf com um dos maiores Legends do Surf Mundial, o carioca radicado na Pipa, Tito Rosemberg e uma Jam Session ao por do sol comandada pelo Aloha Music Project, logo após o jogo da Seleção Brasileira, no Mezanino do Hotel Madeiro Beach.

A previsão de altas ondas para o fim de semana, que poderão chegar a 2m de tamanho, tem deixado os atletas eletrizados e muitos já podem ser vistos treinando nas perfeitas ondas da Praia do Madeiro, também conhecida como Longboarder’s Paradise.

Já confirmaram suas participações no festival os campeões brasileiros de 2017, Jeferson Silva (RJ), Carlos Bahia(SP), Robson Fraga (SE), Reginaldo Nascimento (PE), além dos atuais líderes do Circuito Brasileiro de Longboard 2018, Ricardo Phebo(RJ), Carlos Clécio e Antônio Vitor-CE. Entre as meninas Ayla Cynti, Campeã Brasileira Profissional e a prata da casa Eliane Andrade, Campeã Brasileira Master, além do talentoso Gilmak, também já confirmaram seu check-in nas ondas do Madeiro.

Sobre o local

Distante 80 km da Capital potiguar (pouco mais de uma hora de carro partindo de Natal-RN), a praia da Pipa fica no município de Tibau do Sul e é famosa por ser um dos melhores surf spots do nordeste. Água quente, ondas perfeitas que quebram em fundos de pedra e de areia, tudo isso emoldurado por um visual de tirar o folego.

O local escolhido para a realização do evento foi a Praia do Madeiro, que fica a pouco mais de cinco minutos do centro de Pipa e que possui a ondulação mais propícia para a prática do longboard, o que já garante o show de surf que será protagonizado por alguns dos melhores surfistas da modalidade em atuação no país.

Inscrições – Categorias e Valores

Categorias Pro-Am Masculino e Feminino, Master Masculino e Legends: R$ 80,00 (oitenta reais);

Categorias Freesurf e Master Feminino: R$ 60,00 (sessenta reais).

Obs: O atleta que quiser adquirir a camisa do evento deverá fazer um depósito extra no valor de R$ 20,00 (vinte reais),pois, as mesmas só serão confeccionadas para aqueles que a adquirirem previamente. Ressaltamos que essa decisão visa reduzir o valor da inscrição.

IMPORTANTE: Após o depósito, o comprovante deverá ser enviado para o e-mail marcelobbt@yahoo.com.br  ou para o Whatsapp (85) 9.8125.7191, constando os seguintes dados no print: Nome Completo e Categoria e no caso de compra da camisa, informar também. Afim de facilitar o processo de inscrição aos atletas locais, o pagamento também poderá ser efetuado na Loja OHANA STORE, na Vila Mangueira, no Centro da Pipa. Obs: O comprovante original de deposito deverá ser apresentado no dia do evento.

 Lembrando que as vagas são limitadas.

Premiação

Pro-Am Masculino: 1 Longboard Sargaço Surfboards para o Campeão. Kits Smolder + troféus para todos os finalistas;

Pro –Am Feminino: 1 Longboard Walder Rolemberg para a Campeã. Kits Smolder + Maalai Wetsuits + Kits da Cajú Pratas + Troféus distribuídos entre todas as finalistas;

Legends 50+: 1 Longboard Sargaço para o Campeão. Kits Smolder + troféus para todos os finalistas.

Master Masculino: 1 Longboard Collection Boards para o Campeão. Kits Smolder + troféus para todos os finalistas;

Master Feminino: 1 Bloco Teccel/Longboard para a Campeã. Kits Smolder + Maalai wetsuits + kits Caju Pratas + troféus para todas as finalistas;

Freesurf: 1 Bloco Teccel/Longboard para o Campeão. Kits Smolder + troféus para todos os finalistas.

Programação Cultural

Com uma extensa programação cultural o PIPA LONGBROTHERS FESTIVAL pretende unir todos os presentes em uma confraternização fraterna como o próprio nome do evento sugere, a começar pela palestra de um dos residentes da Pipa mais ilustres para a história do surf mundial, Tito Rosemberg e a apresentação do Aloha Music Project, comandado pelo músico George Noronha (trompetista), na Abertura Oficial do evento, que rolará ao por do sol no Hotel Madeiro Beaach, na sexta (06).

No sábado os trabalhos terão início com a Cerimônia do Ritual das Águas Auêra-Auára, uma celebração às águas e um chamado coletivo à responsabilidade de todos pela preservação de nosso planeta.

Campanha CARTÃO VERMELHO AO MICROLIXO, com a participação do Projeto Tamar.

Plantio da Árvore Símbolo do Festival junto ao Projeto 1000 Árvores da ativista ambiental Marilia Di Cesare, com o apoio do Núcleo Ecológico de Pipa.

Aulas gratuitas de Yoga Integrativa, ministradas por Andréa Araújo (surf & yoga na Pipa) para os surfistas com o objetivo de alongar o corpo, trabalhar a respiração, a concentração e o equilíbrio, trazendo mais foco e consciência para o surf e harmonia para a vida.

Oficina Gratuita de Fabricação de Minipranchas, com o Artista Plástico F. Carlos.

Exposição Vídeo-Fotográfica PIPA 360 Graus onde os artistas através de suas lentes mostram imagens de vários ângulos deste lugar, das pessoas, de suas belezas naturais, suas cores etc.

Show de encerramento com o Aloha Music Project, com Carlinhos Nação, George Noronha e convidados.

Cronograma

06 de julho (sexta feira)

17h Sunset musical no Hotel Madeiro Beach com o projeto Aloha Music Project;

18h Palestra com o ícone do surf brasileiroTito Rosemberg;

18h30 Congresso Técnico e sorteio de baterias;

19h Lançamento e distribuição da edição 65 da revista Beach Show, que homenageia o potiguar top do WT Ítalo Ferreira, com uma matéria sobre sua vitória em Bells Beach e uma foto estampando a capa.

07 de julho (sábado)

06h30 Surf Yoga com a professora Andréa Araújo;

07h20 Plantio da árvore símbolo do evento, junto ao projeto 1000 Árvores da ativista ambiental Marília di Cezare;

08h Abertura do evento com o Ritual das Águas Auêra-Auára;

08h30 Início das competições;

09h30 lançamento da campanha CARTÃO VERMELHO AO MICRO LIXO com ação de limpeza e conscientização dos usuários da praia;

10h Apresentação de slack line e início da Oficina de troféus com miniaturas de pranchas de Longboard e hand plants, projetados por Mauriberto Dias (madeireira Jatobá) e ministrada pelo artista plástico Francisco Carlos B. de Sousa;

11h Footsurf torneio entre os surfistas;

14h Futevôlei;

16h Final dos trabalhos na praia;

20h Exposição Vídeo-Fotográfica PIPA 360 Graus na Praça do Pescador e show do Projeto Aloha com Carlinhos nação, George Noronha e Convidados;

22h Encerramento dos trabalhos.

08 de julho (Domingo)

06h30 Surf Yoga com Andrea Araújo;

07h30 Circulo aquático dos Longbrothers e Onda Coletiva;

08h Início das competições;

09h30 Incremento da campanha CARTÃO VERMELHO AO MICRO LIXO com ação de limpeza e conscientização dos usuários da praia;

10h Palestra do biólogo do projeto Tamar Daniel Henrique sobre o cuidado com as tartarugas marinhas e o meio ambiente. Retomada da oficina de mini pranchas;

14h Finais da competição;

15h entrega da premiação.

SAIBA MAIS

MARCELO BIBITA

PIPA LONGBROTHERS FESTIVAL é um evento idealizado e organizado pelo veterano dos pranchões Marcelo Bibita. Referência nacional nas ondas de maré, também conhecidas como Pororoca, Bicampeão e atual líder do Circuito Brasileiro nas categoria Legends (50+). Atualmente, Bibita se dedica, entre outras coisas, a levar a Cultura do Pranchões, através de Festivais Culturais, a lugares com ótimas ondas, mas pouca tradição em eventos de longboard. Essa história teve início quando ele viajou para a Austrália e se encantou com a atmosfera do maior festival de longboard do mundo, o Noosa Heads, no estado de Queensland, no ano de 2017, evento no qual conquistou o vice-campeonato. A partir daí, Bibita adaptou o conceito do evento da Terra dos Cangurus à nossa cultura e tem revolucionado a história dos pranchões em eventos que têm sido apontados como dos mais interativos e engajadores dos últimos anos. A maior prova disso foi a I Etapa do Circuito Nacional 2018, sediado pela primeira vez em uma das praias mais famosas do mundo, mas que nunca havia sido sede de um evento nacional de surf, o Jericoacoara Cultura Longboard Festival, que reuniu e encantou a nata os pranchões brasileiro, como Chloé Calmon, Carlos Bahia e muitos outros participantes ilustres. Marcelo Bibita  é um ativista incansável do surf de pranchão. Sempre buscando se renovar e trazer para seus eventos um pouco do que aprendeu mundo afora, seus certames prezam por uma gama de atividades correlatas ao evento principal, assim como atividades ecológicas, sociais, culturais, ambientais e esportivas, fazendo com que o público e a comunidade interajam pro ativamente, dinamizando e despertando nas pessoas que participam das atividades, sejam elas atletas ou simpatizantes, o sentimento de pertencimento a esse maravilhoso mundo chamado SURFE.

TITO ROSEMBERGUE

Nascido em setembro de 1946, natural do Rio de Janeiro, passou quase toda a vida viajando pelos mais diversos países dos cinco continentes a procura de ondas. Reconhecido como um peregrino do Soul Surf, sempre deu preferência a desbravar o desconhecido, que a visitar os lugares sagrados oficiais. Sua religião talvez seja o surf, sua espiritualidade é centrada na contemplação da natureza, sua prática se pautou por tentar manter belos os lugares por onde passou, antes de bater asas e voar de novo. Jornalista e viajante, teve o privilégio de percorrer caminhos e rotas quase sempre inexploradas pelo homem. Ícone do surf nacional (homenageado diversas vezes por seguidores desta filosofia misturada ao esporte), Tito conquistou respeito e admiração pela alma jovem, pela vontade do desconhecido, pelo comprometimento demonstrado em tudo o que faz e pelo belíssimo trabalho desempenhado durante décadas. Sua história pode ser revisitada em inímeros livros da história do surf editados em diversas línguas. (Fonte: prensadebabel.com.br).

Tito Rosemberg tem 71 anos de idade, é jornalista e fotógrafo. Nasceu no Rio de Janeiro e reside na Praia da Pipa, Rio Grande do Norte desde 2004. Como jornalista e fotógrafo colaborou, dentre outros veículos, com a Fluir, Trip, Inside, Alma Surf, Surfer Magazine (USA) e Surf Session (França). Foi um dos primeiros fabricantes de pranchas de surf do Brasil.

Durante dois anos, entre 1988 e 1991, apresentou com Sidney Resende e Bia Bedran, o programa Baleia Verde, o primeiro programa sobre Meio Ambiente da televisão brasileira, exibido em 56 retransmissoras da TV Educativa em todo o Brasil.
Sua curiosidade o levou a passar mais de 25 anos fora do Brasil. Conheceu e trabalhou em 102 países dos 5 continentes, exercendo atividades variadas, como a de jornalista e radialista, documentarista, repórter, editor de jornal, diretor de agência de notícias, agente literário, carpinteiro, empresário, tratorista, cantor, marinheiro, assistente de cozinha, pizzaiolo, lavador de pratos, barman, construtor, consultor de meio ambiente, guia turístico, motorista de caminhão, assessor de Comunicação Social e Relações Internacionais da Funai, garçom, artesão, escultor, candidato a vereador, pintor de paredes, palestrante, e ativista ecológico.
Entre suas expedições:
Partiu para uma viagem de 4 meses, em dezembro/2003, pela África do Sul, Cingapura, Bali, Malásia, Tailândia, Laos, Vietnam, Cambodia e Índia. Boa parte da viagem em transporte público, com a mochila nas costas. Fez 25 mil fotos.
Participou da primeira equipe brasileira no Camel Trophy 1985, em Bornéu na Indonésia, onde venceu o prêmio “Espírito de Equipe”, eleito pelos próprios participantes.

É autor do livro de fotos históricas do início do Surf no Brasil, intitulado Arpoador Surf Club, lançado em 2012 pela Editora Gaia.

PIPA LONGBROTHERS FESTIVAL é apresentado por Smolder Surfwear, patrocínio Hotel Madeiro Beach, apoio Pousada Pôr do Sol, Macoco Cozinha Artesanal, Restaurante Aprecie, Hostel Piparadise, Maalai Wet Suits, Caju Pratas, , Swell Pipa, Pousada Sossego, Relax, Sertão Vai Virar Mar, Madereira Jatobá, Ohana Store-Greenish,  Blocos Teccel, Dcofibras, Escola Eli golfinha, Walder Rolemberg Surfboards, Sargaço Surfboards, FreeGlass, Ely_Golfinha Escola de Surf, Pousada Vilas deTibau Collectionsurfboards. Apoio institucional da Prefeitura de Tibau do Sul através da Secretaria de Esportes e Cultura. Homologação Federação de Surf do Rio grande do Norte. Apoio técnico Associação de surf de Pipa. Cobertura Site Surfguru, Waves, Craud net, Surfbahia, Blog Manobra Radical/Diário do Nordeste,  Agora RN, Revista Beach Show, Canal Woohoo, Revista Trip. Realização Auêra-Auára Produções & eventos.                                                                                                                                                                                                                            Por George Noronha