Charlie Brown vence o MARESIA Cumbuco Surf Sound válido como Brasileiro Pro

Charlie Brown, Campeão do Maresia Cumbuco Surf Sound, Brasileiro Profissional de Surf. Foto: Lima Jr.

Entre os dias 30 de março e 01 de abril o Pico das Almas recebeu os melhores atletas do Ceará e do Nordeste para o MARESIA Cumbuco Surf Sound, evento válido como Brasileiro e Nordestino de Surf Profissional e Cearense Amador.

Charlie Brown, Campeão do Maresia Cumbuco Surf Sound, Brasileiro Profissional de Surf. Foto: Lima Jr.
Publicidade

Foram três dias de performances incríveis onde atletas de todas as gerações disputaram os títulos de 11 categorias amadoras, além da Profissional e mais SUP Wave e SUP Race Técnico.

Entre os principais astros da competição, os atletas da Profissional, o grande destaque ficou por conta da atuação irretocável de Charlie Brown, que desde a primeira bateria mostrou um grande apetite pelas ondas, cravando o maior somatório do evento ainda no sábado. Na grande final ele enfrentou uma pedreira com nada menos que Messias Félix, bicampeão brasileiro, o paraibano, Elivelton Santos e o potiguar, Davyson Santos. Charlie dominou a bateria do início ao fim, com manobras fluidas e aéreos progressivos

Contudo, no minuto final da bateria, Messias se desgarrou da marcação de Charlie e conseguiu uma boa onda, criando uma grande expectativa de virada, que acabou não vindo. Assim, Charlie Brown, após um fim de semana inspirado, pode comemorar a vitória para embolsar R$ 3 mil em dinheiro e 1.000 pontos nos rankings Brasileiro e Nordestino Profissional, deixando Messias em segundo, Elivelton-PB em terceiro e Davyson Santos-RN na quarta colocação.

Pódio da Categoria Profissional do Maresia Cumbuco Surf Sound, Brasileiro Profissional de Surf. Foto: Lima Jr.
Charlie Brown Campeão do Maresia Cumbuco Surf Sound, Brasileiro Profissional de Surf. Foto Lima Jr.

Na principal categoria entre os amadores, a Open, o grande campeão foi o paraense Nayson Costa, que se mostrou muito à vontade nas ondas do Pico das Almas para faturar o troféu de campeão. Em segundo ficou Isaías Silva, com Jonathas Santos e José Wilson na terceira e quarta colocações, respectivamente.

Na Open Feminino a grande campeã foi Luzimara Sousa, com Ariane Gomes na segunda colocação, Letícia Cavalcante em terceiro e Mayara Oliveira na quarta colocação.

Entre os Juniores o grande campeão foi o local do Titanzinho, Raone Ribeiro, que mais uma vez deu um show nas ondas com manobras variadas e muito power para faturar o lugar mais alto do pódio, com Alexandre Camargo em segundo, Lucas Bezerra em terceiro e Luis Felipe na quarta colocação.

Na Feminino Junior a grande campeã foi Ariane Gomes, com Vitória Carneiro, Ester Cavalcante e Natália Viana na segunda, terceira e quarta colocações, respectivamente.

Na Mirim o destaque ficou por conta de mais uma boa atuação do local da Praia do Icaraí, Lucas Bezerra, mostrando um surf sólido com manobras variadas e progressivas. Na segunda colocação ficou Kauã Hanson-PB, com Ytalo Oliveira em terceiro e Luis Felipe na quarta colocação.

Entre os Seniors as disputas rolaram até o último minuto da bateria final, quando o potiguar Alan Jhones tirou da manga um incrível aéreo, arrancando das mãos de Duda Carneiro o troféu de campeão, deixando o local do Titanzinho com a segunda colocação. Em terceiro lugar ficou o potiguar que é presença constante nos eventos cearenses, Emanoel de Souza e na quarta colocação ficou Lucas Alex.

Na categoria mais clássica da competição, a Longboard, o grande campeão foi o talentoso Jhonie Quest, que travou uma acirrada batalha com Geraldo Lemos para faturar mais um troféu de campeão, deixando Geraldinho com a segunda colocação. Em terceiro lugar ficou Natinho Rodrigues, que mesmo cravando a maior nota da final, não conseguiu a segunda nota para fazer um melhor somatório. E na quarta colocação ficou o Legend Marcelo Bibita.

Entre os Masters o grande campeão foi André Caboim, que foi mais um atleta que conseguiu encaixar seu surf nas ondas do Pico das Almas para faturar o troféu de campeão. Na segunda colocação ficou Alexandre Gonçalves, com Carlos Santana e Leopoldo Alberto terminando na terceira e quarta colocações, respectivamente.

Na Kahuna, os mais experientes dentre todos os competidores, mais uma vez Cardoso Júnior apresentou uma grande performance para superar seus adversários e levar pra casa o título de campeão da categoria. Na segunda colocação ficou Carlos Silva, com Leopoldo Alberto em terceiro e Wagner Menezes completando o pódio na quarta colocação.

Na Gromet o grande vencedor foi Phellype da Silva, entretanto, um dos destaques foi a atleta feminino Gyllian Rilary, que surfou muito pra arrancar uma honrosa segunda colocação. Em terceiro lugar ficou José Brack com mais uma menina completando o pódio na quarta colocação, Raissa Braga.

Na Iniciante o grande destaque de toda competição foi o paraibano Yuri Barros, que mais uma vez fez grandes apresentações para levar para seu estado mais um troféu de campeão de uma etapa do Circuito Cearense. Na segunda colocação ficou Ytalo Oliveira, com Kauã Hanson e Luis Felipe na terceira e quarta colocações, respectivamente.

Na Infantil, os atletas mais jovens da competição, o grande campeão foi Guilherme Lemos, com Pedro Rian em segundo, Adriano de Souza (homônimo do Campeão Mundial Brasileiro Mineirinho) em terceiro e Ismael Silva em quarto.

A última bateria do domingo, mas não menos importante, foi a Apresentação de Surf Adaptado. A modalidade já se tornou parte integrante de todos os eventos da Federação de Surf do Estado do Ceará e conta sempre com o compromisso dos atletas em divulgar e mostrar a todos como nenhuma limitação pode impedir alguém de fazer o que ama. Os participantes foram Rafael Saraiva, Gilmário Guimarães e Wilmar Lima.

SUP

O MARESIA Cumbuco Surf Sound marcou o início de uma nova parceria entre a Federação de Surf do Estado do Ceará com a Associação de SUP do Ceará com as inclusão das categorias SUP Wave e SUP Race Técnico na competição. Na Race uma disputa eletrizante foi travada desde a largada até o fim com o atleta Paulo Vasco superando Paulo Marcello e Guilherme Júnior, respectivos, primeiro, segundo e terceiro colocados.

Já na SUP Wave quem se deu melhor foi o atleta Ygon Maia, que surfou muito pra ficar com a primeira colocação, com Emílio Tavares em segundo, Carlos Leite em terceiro e Paulo Vasco completando o pódio na quarta colocação.

Durante três dias atletas vindos de vários estados como Maranhão, Pará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, estiveram juntos em uma grande confraternização em torno do Esporte dos Reis Havaianos. Foram dias de disputas eletrizantes, manobras radicais, mas acima de tudo, muito companheirismo na grande festa do surf cearense. Além disso, o MARESIA Cumbuco Surf Sound pode ser considerada a etapa mais exótica da história do surf cearense por colocar o Pico das Almas pela primeira vez no calendário oficial de eventos no estado. Além disso, grandes festas fizeram a alegria de quem compareceu à Arena do Café de La Music, com grande atrações como Xandy Avião, Vintage, Andrius, dentre outras estrelas da música nacional, consolidando o evento como o maior já realizado pela Federação de Surf do Estado do Ceará nos últimos anos.

Agora, o Circuito dá uma parada para retornar em setembro no tradicional Festival de Frutos do Mar, na paradisíaca Praia da Taíba, em data a ser confirmada.

Maiores Informações.

Top 16 Promoções (85 999868538/988538538)

Fed. de Surf do Estado do Ceará (85 987251197)

amelio.junior@uol.com.br

www.maresia.com.br

O MARESIA Surf Sound contou com o patrocínio da MARESIA, Prefeitura de Caucaia e Governo do Estado do Ceará. Apoio: D’Cofibras, ANS e ABRASP. Realização: 7 Tons Eventos, Federação de Surf do Estado do Ceará e Top 16 Promoções.

RESULTADOS

PROFISSIONAL

1º Charlie Brown

2º Messias Félix

3º Elivelton Santos-PB

4º Davyson Santos-RN

OPEN

1º Nayson Costa-PA

2º Isaías Silva

3º Jonathas Santos

4º José Wilson

Feminino Open

1ª Luzimara Souza

2ª Ariane Gomes

3ª Letícia Cavalcante

4ª Mayra Oliveira

Senior

1º Alan Jhones

2º Duda Carneiro

3º Emanoel de Sousa-RN

4º Lucas Alex

Master

1º André Caboim

2º Alexandre Gonçalves

3º Carlos Santana

4º Leopoldo Alberto

Kahuna

1º Cardoso Jr.

2º Carlos Silva

3º Leopoldo Alberto

4º Wagner Menezes

Longboard

1º Jhonie Quest

2º Geraldo Lemos

3º Natinho Rodrigues

4º Marcelo Bibita

Junior Masculino

1º Raone Ribeiro

2º Alexandre Camargo

3º Lucas Bezerra

4º Adriano Viana

Junior Feminino

1ª Ariane Gomes

2ª Vitória Carneiro

3ª Ester Cavalcante

4ª Natália Viana

Mirim

1º Lucas Bezerra

2º Kauã Hanson

3º Ytalo Oliveira

4º Luis Felipe

Iniciante

1º Yuri Barros

2º Ytalo Oliveira

3º Kauã Hanson

4º Renan Wellington

Gromet

1º Phellype da Silva

2º Gyllian Rilari

3º José Brack

4º Raissa Braga

SUP Wave

1º Ygon Maia

2º Emílio Tavares

3º Carlos Leite

4º Paulo Vasco

SUP Race

1º Paulo Vasco

2º Paulo Marcello

3º Guilherme Júnior

George Noronha

Fonte: blog Manobra Radical/ Diário do Nordeste