4º Jeri Cultura Longboard Festival

Flyer do evento. Foto Divulgação

Nos dias 06 a 08 de abril Jericoacoara se tornará a capital nacional dos pranchões. Serão três dias de pura curtição e cultura surf num paraíso considerado uma das 10 praias mais bonitas do planeta.

Publicidade

Pela primeira vez sediando a abertura do circuito brasileiro de Longboard, Jericoacoara se prepara para receber os melhores atletas da atualidade. Com a chancela da CBSurf (Confederação Brasileira de Surf) e FSC (Federação de Surf do Ceará) e realização da Auèra Auára Produções. Uma atraente premiação de R$ 8.000,00 em dinheiro para os profissionais e mais 12 mil em prêmios para as categorias amadoras (06 longboards Flora Surfboards) troféus e kits.

o IV JERI CULTURA LONGBOARD FESTIVAL promete ser um show de surf numa acirrada luta entre os melhores atletas do Brasil em busca de largar na frente do circuito de 2018.
Já confirmada a presença dos campeões brasileiros de 2017 Carlos Bahia (SP) PRO, Aylla Cynti(RJ) Open, Robson Fraga(SE) Master, Jeferson Silva(RJ) Sênior e Marcelo Bibita(CE) Legends. Além de Ícones do Surf brasileiro como Daniel Friedman(RJ), Wady Mansur(RJ), Chico e Zé Paioli(SP), Mauricio Raul(RJ), o manager Geraldo Cavalcante(PE) entre outras feras que abrilhantarão ainda mais o evento.

As categorias em disputa serão
Profissional Masculino
Profissional Feminino
Open Masculino (sem restrição de idade)
Open Feminino (sem restrição de idade)
Sênior (28 anos+)
Master (35 anos+)
Legends (50 anos+)
Super Legends (55 anos+)

Além das competições, várias ações culturais, ambientais e sociais estão sendo viabilizadas. Exposição de quadros dos artistas Leandro mendes, Rosa Fonseca e Bruno Witeze, show ao pôr do sol com o DJ Pio, lançamento do projeto estadual Pranchetário, Festa temática auêra auára Jericoacoara no local mais charmoso de se ver as ondas, o Club Ventos com DJ Pio, ritual das águas, exposição fotográfica virtual com imagens das edições anteriores do festival, oficinas, campeonato infantil das crianças do projeto Xavi Surf Kids, palestras e lançamento da campanha ambiental sobre o perigo do micro lixo em nossas praias e muito mais.

O evento conta com o patrocínio institucional do Governo do Estado do Ceará através de sua Coordenadoria de Juventude, da Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara, através de sua Secretaria de turismo, da associação EU AMO JERI, e Pousada casa do Ângelo. Apoio Jeri Aquasports , Xavi Surf School, Restaurante Dona Amélia, Pimenta Verde, Naturalmente Creperia, Santa Batata, pousada do Véi, pousada Surfing jeri, pousada Maria Bonita, Aconchego Residencial Jeri, Vila Kalango, Bela Vista Jeri, Bela Jeri.

As vagas são limitadas por categoria e as inscrições do profissional(Masculino e Feminino) custam R$150,00. Amador R$100(Todas) Escolinha (gratuita). As mesmas devem ser feitas na conta BB Ag 3253-0 CC 16739-8 Marcelo Ferro Vasconcelos Alves e posteriormente enviado comprovante de depósito com o nome do atleta e categoria assinalados no próprio comprovante para o zap 085 981257191. O mesmo deverá ser confirmado após ser recebido. É importante para a segurança de sua inscrição e principalmente sua vaga.
Estamos em negociação com a secretaria de turismo para ver a possibilidade de disponibilizarmos um ônibus para fazer o trajeto Fortaleza Jijoca Fortaleza e a liberação da TTS para os atletas que vierem competir.

JERICOACOARA
A Praia de Jericoacoara fica localizada a aproximadamente 300 km de fortaleza no extremo oeste do Estado do Ceará, no Município de Jijoca de Jericoacoara* e está dentro do perímetro do Parque Nacional de Jericoacoara* o que lhe confere como área de preservação ambiental permanente e é cobrada uma taxa de permanência no local*
• Jijoca de Jericoacoara é o município mais setentrional do estado do ceará.
• O Parque nacional de Jericoacoara situa-se nos municípios de Jijoca de Jericoacoara, Cruz e Camocim, no litoral oeste do estado do Ceará, no Brasil. Possui uma área de 8 850 hectares. O perímetro do parque é de 49 929,4 metros. É administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A prefeitura de Jijoca de Jericoacoara instituiu a partir do dia 21 de setembro de 2017 a cobrança de uma taxa de permanência(“taxa de Turismo Sustentável) no valor de 5,00 (cinco Reais) por dia, a todos os visitantes entre 13 e 59 anos (excetuando deficientes físicos). Para gerar o boleto acessar:

Como funciona a cobrança da TTS (Taxa de Turismo Sustentável)
Gere o boleto e o voucher de hospedagem no site https://speedgov.com.br/satjij/servlet/gerataxatur2
Imprima e leve o boleto pago e voucher com você.
Apresente-os na pousada ao fazer o check-in
No check-out, a pousada lhe dará o canhoto do voucher para você devolver no posto de serviço na entrada da vila.
*caso exceda a permanência prevista, você precisará gerar um novo boleto.
Para pagamento em Jericoacoara existem duas opções:
Um posto de pagamento no centro de Jijoca
Um posto na entrada da Vila. (No Estacionamento de Jeri)
A dica GBSJ é pagar com antecedência para evitar filas.
COMO CHEGAR EM JERICOACOARA

Via aérea:
Com a construção do aeroporto de Jericoacoara o tempo das viagens que é de aproximadamente 4 horas por via terrestre, pode ser feito de 30 a 45 minutos, dependendo do tipo de aeronave escolhida, que pode ser, desde aviões de grande porte, até pequenos aviões e helicópteros em voos panorâmicos fretados.
O aeroporto está localizado no município de Cruz, a 12 km de Jijoca e a 32 km de Jericoacoara.

Algumas companhias operam com voos diretos para Jericoacoara, partindo de Fortaleza, Recife, São Paulo e Belo Horizonte, Bogotá, Brasília, Buenos Aires, Cabo Verde, campinas, Frankfurt, Juazeiro do norte, Lisboa, Miami, Natal, Recife, Rio de janeiro, salvador, São Luís, São Paulo e Teresina.

Obs: O aeroporto mais próximo onde pousam aviões particulares com destino a Jericoacoara, fica na cidade de Camocim a 30 km de distância. E também oferece serviços de trânsfer.

Chegando ao Aeroporto Regional Comandante Ariston Pessoa (nome oficial) existe três alternativas de deslocamento até Jericoacoara:
– Fretar previamente um trânsfer privativo (a agencia contratada ou pousada, geralmente disponibiliza este serviço), que custa em média R$ 240,00 para 04 pessoas por veículo.
– Caso tenha esquecido de fazer este agenciamento, existe o trânsfer compartilhado, que é oferecido pela cooperativa local e sai pelo mesmo valor por pessoa e pode ser conseguido no próprio aeroporto.
– Outra forma de chegar é pegar um taxi até Jijoca (média de R$ 60,00 para 04 pessoas) e de lá seguir na tradicional “jardineira” um caminhão adaptado com visão periférica e rota entre as dunas, que já faz parte do imaginário de quem visita ou visitou jeri… (R$ 20,00 por pessoa). Saídas de hora em hora. Existem também muitos veículos tipo “pau de arara”, desde antigas f-1000 até modernas hilux fazendo esse translado.

Via terrestre:
O ônibus é a maneira mais econômica e talvez a mais confortável, no entanto o deslocamento fica em torno de 07 horas, já os trânsfers fazem este trajeto em 05 horas e pode ser bem proveitoso, pois os motoristas geralmente são experts do local e podem dar dicas valiosas para sua estada em Jericoacoara.

Os ônibus saem diariamente da beira mar e passam no aeroporto Pinto Martins em direção a Jericoacoara. E as passagens podem ser compradas no próprio aeroporto, na Rodoviária São Tomé ou num guichê localizado na avenida beira mar ou ainda pela internet. O valor da passagem custa R$ 81,00 (trecho) 26-12-2017.

Ir de veículo particular é uma outra opção, mas, aconselhamos o uso de carros com tração 4×4 pois existem areais que dificultam e muito a chegada dos que não possuem tração.
Saindo de fortaleza a melhor opção é pegar a estrada na rodovia CE-085, também conhecida como Rodovia estruturante. Esta estrada o levará até Jijoca de Jericoacoara ou a Vila do Preá.

Para quem sai de Teresina, o acesso é pela BR-343 e seguir até a cidade de Granja e de lá pegar o acesso para Jijoca.
Escolha uma das opções e siga. Ambas tem trilhas de areia e o ideal é que contrate um guia para indicar o melhor caminho.

Na Trilha do Preá você irá costear o mar, sentindo a brisa e o vento característico, que trazem àquelas paragens, os maiores kitesurfistas do mundo, que chegam em verdadeiras hordas na busca de aventuras eólicas, vislumbrando neste passeio, além da imensidão do oceano sem fim, a chegada à famosa Árvore da Preguiça, numa anunciação da proximidade de Jeri.

Na trilha de Jijoca, aventuras a vista! … Ao sair da cidade, o passeio começa com uma mini montanha russa entre cajueiros e tuneis de mata fechada, até sair num verdadeiro deserto de dunas moveis, areias brancas e lagoas transparentes, contrastando com um céu azul intenso e poucas nuvens, anunciando sua chegada a um paraíso natural.
Transfer privativo ou da Cooperativa local

A vantagem é o tempo, pois ganha-se em média 02 horas e tem o conforto e a comodidade de pegar o passageiro em qualquer ponto da cidade e deixando-o na porta da pousada, carros novos e luxuosos fazem esse trabalho, os motoristas são geralmente muito educados e solícitos, dando sempre durante o trajeto importantes dicas do que há pra se fazer em jeri.

O Valor médio cobrado por pessoa é de 150,00 por trecho e geralmente só sai quando o carro completa a lotação.

Fonte pena.com.br