O preço de um sonho

Xandinha, ilha do Mosqueiro, Pará. Foto Cristiano Cantão

”Algumas pessoas começam a treinar em uma modalidade, com o sonho de se tornar um atleta- eu escolhi ser uma Bodyboarder”

Publicidade

Além do dom para a prática da modalidade, mesmo morando longe do mar, é necessário preparo físico e psicológico, se deparando com estresse e cansaço.

Quando é tomada a decisão de seguir a carreira de um atleta profissional, acabam gerando grandes mudanças e as pessoas que convivemos diariamente sabe que não é fácil. “Pois não a sucesso sem dedicação”

Mas existe uma diferença na vida de um atleta que é apresentada pelo meio de comunicação na vida real, que é elevado nas condições de ser talentoso, e ninguém pensa nos sacrifícios exigidos pelas competições de alto nível- pressão psicológica com resultados, contusão.

“É difícil ser um atleta, é difícil treinar, é difícil perder e é difícil ganhar… é difícil conseguir um patrocinador, mas não é impossível”

Uma vez atleta, dificilmente deixará de ser atleta. Sua vida é e será sempre uma competição, com objetivo de alcançar e fazer sempre o melhor de si.

Por: Alexandra Ereiro

Atleta: Seel / Kpaloa / Amazon Power/ Fini / Biquíni Grace Lopes/ Sou Crossfit/ Craud.net / Capas Bodyboard C Surf.