Stacy Peralta

Documentary filmmaker Stacy Peralta at Skate One/Bones Brigade located in Goleta, CA on November 07, 2012. Peralta is using a revolutionary grassroots marketing campaign to get fans to see his movie "Bones Brigade: An Autobiography." (Photo by Al Seib/Los Angeles Times via Getty Images)

Stacy Peralta © Getty Images

43 coisas que você deve saber sobre Stacy Peralta
Fundou a Powell Peralta, escreveu Lords of Dogtown e dirigiu o filme-doc sobre a Bones Brigade

Publicidade

Existem muitas pessoas que contribuíram de alguma forma para o skate, mas são poucos que merecem o título de lenda e um deles é Stacy Peralta.

Conheça os feitos e curiosidades de uma das personalidades que contribuíu de forma direta para o crescimento, transformação e reconhecimento para o skate ser o que é hoje. Aprecie!

Dados básicos

1) Idade: 59 anos. Ele nasceu em 15 de outubro de 1957.
2) Nasceu em: Venice (Califórnia).
3) Posição (stance): Regular.
4) Fanpage oficial: www.facebook.com/directorstacyperalta/

História

5) Com 15 anos começa a competir em Del Mar (Califórnia), e fazendo parte dos Z-Boys, um grupo de skatistas que fizeram história. Ele ficou com o sexto lugar em sua primeira competição.
6) Oito meses mais tarde, ele fica em terceiro no Campeonato Mundial de Skate de Tucson.
7) Aos 19 anos conquista o primeiro lugar de um campeonato de skate profissional.

Em 1978, com 20 anos, fundou a lendária Powell Peralta

8) Deixou o seu patrocinador Gordon & Smith para se encontrar com George Powell e formam a mítica e famosa marca de skate Powell Peralta, em 1978.
9) Com o apoio financeiro da marca, forma a Bones Brigade, uma equipe formada por Tony Hawk, Lance Mountain, Tommy Guerrero e outros profissionais que revolucionaram o skate.
10) Começa a produzir os seus primeiros vídeos de skate.

 Fatos marcantes e curiosidades

11) Pode ser creditada a Stacy Peralta a criação do Frontside Boardslide.
12) inventou um acessório conhecido como “lapper”, uma aba de polietileno colocado na parte inferior do shape, em cima do truck, para melhorar a precisão do Fs boardslide, mas foi sendo usando cada vez menos…
13) Depois de dirigir Dogtown and Z-Boys, conta que foi a uma loja de skate local e lhe disseram skatistas que haviam parado de andar de skate voltaram a após ver o filme, e muitos deles haviam quebrado os pulsos.
14) Ajudou o skate de rua virar uma nova modalidade, algo que eles acreditavam necessário para mais pessoas andarem de skate, ”porque nem todos tinham a habilidade para andar em rampas”, disse Peralta. Como uma empresa de fabricação de shapes, viram as possibilidade de impulsionar competições de skate. Street Skate. Muitos disseram que eles estavam errados, mas esta claro que eles estavam acertando em cheio.

Em um esforço para potencializar o skate de rua, chegou a pedir para Rodney Mullen que passasse para aquela disciplina

Foto lendária de Stacy Peralta em LA., 1976
Foto lendária de Stacy Peralta em LA., 1976 © C.R. Stecyk

15) Em um esforço para potencializar o skate de rua, Stacy chegou a pedir para Rodney Mullen que passasse para o street. E Mullen fez uma comparação em uma entrevista: “foi como pedir ao pintor Picasso passar a trabalhar com o lápis”. Mas então ele não só conseguiu fazer o street como revolucionou a modalidade.
16) Aparece no filme Real Genius (1985) fazendo o papel do comandante de um veículo fictício que transportava um laser mortal para um criminoso. É primeira cena do filme.
17) Aparece no vídeo game Tony Hawk Underground.
18) Em 2008, ele dirigiu uma série de comerciais para a Burger King que trouxe polêmica, pois davam para provar pela primeira vez um Whopper para os povos nativos da Groenlândia, Romênia e Tailândia.
19) Em 2015, o The Richest o colocou no número 13 dos skatistas mais ricos do mundo, com uma fortuna de 10 milhões de dólares (mais de 31 milhões de reais hoje em dia).
20) A Revista Vogue apontou seu cabelo como um dos melhores na história do skate.
21) Fez uma aparição especial na série de televisão “As Panteras”:

Stacy Peralta e o cinema

22) Em 1992, Stacy deixa a Powell Peralta para se dedicar em tempo integral ao seu trabalho de dirigir e produzir para a televisão.
23) Seus maiores sucessos são os filmes Dogtown and Z-Boys, um documentário baseado na equipe conhecida como os Z-Boys; Riding Giants, um documentário de 2004 sobre a história do surf moderno de ondas grandes e o tow-in; o script do filme Lords of Dogtown (Lords of Dogtown, 2005); e Bones Brigade, uma autobiografia da equipe que revolucionou o skate nos anos 80.
24) Por que você se especializou em documentários? “Porque é o que me interessa, eu li livros e vídeos de não-ficção e só fazer vídeos sobre questões que eu quero entender, por isso é o melhor formato”, admite ele.
25) Dogtown and Z-Boys recebeu o prêmio do público e ganhou também o prêmio de melhor diretor no Festival de Sundance de 2001.
26) Conta que as diferenças entre os filmes Dogtown e o da Bones Brigade é que o primeiro é sobre um grupo e o segundo sobre a personalidade de cada um dos membros do grupo.
27) Confessa que ficou gratamente surpreso com o depoimento de todos os participantes expressando as dificuldades de chegar onde eles chegaram. Rodney Mullen, porque seu pai foi um duro obstáculo para ele; Tony Hawk, por ele ter sido criticado por ser “um skatista de circo”; Lance expressou suas inseguranças… e em contrapartida, Caballero afirmou ter tido muitos problemas e McGill também.
28) Stacy Peralta diz que quando começou o filme Bones Brigade não estava ciente das dificuldades envolvidas no skate dos anos 80, “parecia que o esporte iria morrer, eu acho que havia apenas duas skateparks nos Estados Unidos e mais tarde apenas uma. Realmente parecia meio estúpido continuar no negócio, mas voltamos para as raízes e reinventamos o skate.”

Eu só faço filmes que eu gostaria de ver

29) Quando gravou o Dogtown, Tony Hawk disse uma frase muito interessante: “Eu não tinha idéia de minha própria história, este filme me ajudou a estruturá-la e compreendê-la.”
30) Stacy Peralta afirma: “Eu apenas faço filmes que eu gostaria de ver, e esse seria o meu conselho: não perseguir o dinheiro, mas sim o interesse”.
31) Com o Bones Brigade Video Show queriam vender 300 unidades e vendeu centenas de vezes esse valor.
32) Bones Brigade seguiu o seguinte processo: eles se sentaram juntos e escolheram centenas de canções para a trilha sonora; Eles pediram aos fotógrafos da época para eles enviarem suas fotos; reviraram os arquivos da Powell Peralta, incluindo os clips que não foram usados; Ele escreveu centenas de perguntas e 45 individuais para cada um… e assim construiu a história.
33) Abaixo você pode encontrar sua filmografia completa:

Filmografía Stacy PeraltaFilmografía de Stacy Peralta © Wikipedia

Família

34) Teve dois filhos, Austin Peralta e Willow Peralta.
35) Seu filho Austin era pianista e morreu em novembro de 2012 por causa de uma pneumonia.
36) Seu pai tem descendência mexicana e a mãe irlandesa.
37) Teve duas esposas: Gemma Vizor e Joni Caldwell.

Frases

38) “É realmente interessante olhar quantas pessoas influentes vieram do skate, também das artes e do cinema […] certamente é porque é um esporte que te empurra para estar sempre de mente aberta”.
39) “Eu não sei o que seria de mim se não fosse o skate. Tudo de bom que aconteceu na minha vida tem a ver com skate.”
40) “Muitas pessoas são atraídas pela velha escola, porque alcançamos o ponto máximo do extremo: o mais alto que você pode saltar, o mais rápido você pode ir, o número máximo de flips que pode ser feito… e para muitos, isso já não é mais o ‘skate por diversão’, como era antes”.

A Bones Brigade andava quando o skate ainda não era aceito pelo mainstream. Eles não o faziam por dinheiro, porque não havia

41) “A cada ano o skate cerce, torna-se algo que nunca pensei que ele iria se tornar. Isto é, enquanto o futebol tem 100 anos de história, que ajuda a compreender melhor, mas o skate tem apenas 30, então ainda somos muito jovens.”

42) “Eu fico contente de ver crianças das ruas de skate, que precisam apenas de uma tábua com quatro rodas, e não quadras de basquete e campos de futebol…”
43) “A coisa mais importante de tudo sobre o Bones Brigade é que faz parte de uma época em que o skate não era aceito pelo mainstream, por isso eles não fizeram por dinheiro, porque no início dos anos 80 não havia dinheiro para o skate…”

Fonte redbull.com