Sócrates Santana é bicampeão mundial Pro Junior de Bodyboard

Título veio após conquista da etapa de Nazaré, em Portugal, em final emocionante contra o havaiano Tanner McDaniel, seu principal rival na corrida pelo título – Foto: APB/Divulgação

Nazaré (Portugal) – 10 de outubro de 2016 – O Pavão-Pavãozinho, no Rio de Janeiro, está em festa! De novo! Pelo segundo ano consecutivo, Sócrates Santana, ilustre morador da comunidade carioca conquistou o título mundial de bodyboard na categoria Pro Junior. E mais uma vez o título veio na última bateria do circuito em final emocionante contra o havaiano Tanner McDaniel, seu principal concorrente na corrida pelo título. Até os últimos segundos do Nazaré Pro, etapa derradeira do tour em Portugal, a conquista não estava garantida, uma vez que Doutorzinho precisava ganhar o evento para levantar o caneco. E foi só após a regressiva final que o jovem brasileiro pode comemorar mais um título mundial.

Publicidade

“Desde o início eu acreditei muito nesse título. Eu sabia do que era capaz e essa vitória me consolida na categoria Pro Junior. Algumas pessoas achavam que eu não era capaz e que tinha gente melhor do que eu aqui. O Tanner McDaniel é um grande atleta e estava surfando muito o ano todo, mas eu vim com muita vontade e consegui mais uma vez levantar esse troféu”, comentou Sócrates após uma atuação impecável na decisão.
O tão aguardado embate entre Sócrates e Tanner era esperado desde o início do ano e foi assim durante toda a temporada. E assim como em 2015 o desfecho foi o mesmo, com título mundial para o Brasil. Na decisão do Nazaré Pro, os dois atletas que tem dominado a cena mundial eram os grandes favoritos e mostraram isso desde o início da bateria, que também contava com o francês Milo Delage e o chileno Nelson Flores.

Logo em sua primeira onda Sócrates abriu a bateria com um 9,25, mas viu Tanner achar duas intermediárias – 7,2 e 7,3 – encostando no somatório. Com poucos minutos para o fim, Doutorzinho achou a onda que precisava e com um 6,75 somou 16,00 contra 14,50 de seu adversário. Milo fechou a decisão em 3º e Nelson Flores em quarto.

“Mais uma vez foi muito suado. Viajei sem patrocínio e só cheguei aqui graças ao apoio da minha comunidade que me ajudou a comprar a passagem. Tive que usar todo dinheiro das premiações das outras etapas. Só posso agradecer a Deus, a minha família e aos meus amigos. Me achei aqui no mar da Praia do Norte. Entrei para a história como bicampeão mundial. Espero que isso abra mais portas para mim e para os brasileiros da categoria”, celebrou Sócrates.

O ranking mundial terminou com o brasileiro somando 4.800 pontos contra 4.600 de Tanner. O Brasil mais uma vez dominou a categoria, com Diego Gomes em terceiro com 3360 pontos e Matheus Bastos em quinto com 3.200. Em quarto lugar ficou o chileno Cristian Tapia.

O ano de Sócrates até o título mundial:
Assim como em 2015, Sócrates Santana teve uma temporada memorável em 2016. O carioca fez final em todos os eventos, começando com o terceiro lugar no Itacoatiara Pro, disputado em Niterói. Em Arica, no Chile, mais um terceiro lugar. Na perna europeia, Doutorzinho conquistou dois segundos lugares, primeiro em Sintra e depois em Viana do Castelo.

Mesmo com toda a regularidade na temporada faltava ao brasileiro uma vitória e ela precisava vir na etapa de Nazaré. E como um final de história perfeito, Sócrates Santana sacramentou o bicampeonato mundial com o resultado que precisava nas ondas da Praia do Norte.

Informações para imprensa – SixComm Assessoria de Imprensa
Danilo Caboclo – danilo@gruposix.com.br – 11 97667-9636/48 9177-8099