Daniel Adisaka na Mirim e Ihgor Sant’Ana na Junior vencem a final da 2ª Etapa que foi adiada em julho

Daniel Adisaka. Foto: Munir El Hage.

Daniel Adisaka e Ihgor Sant’Ana vencem nas ondas de Ubatuba as finais das categorias Mirim e Junior, adiadas na etapa em Maresias. E hoje começaram as disputas da terceira etapa do Circuito

Vitória na Praia Grande, em Ubatuba, para comemorar e confirmar a grande fase! Daniel Adisaka faturou em casa a categoria Mirim (sub16), já na Junior (sub18) o guarujaense Ihgor Sant’Ana fez a festa ao vencer pela primeira vez no Circuito. A competição encerrou ontem a 2ª etapa do ranking, adiada em julho por falta de ondas na Praia de Maresias, em São Sebastião.

Outro grande destaque nesta quinta-feira do Nossolar apresenta Hang Loose Surf Attack foi o catarinense Wallace Vasco, que chegou às duas finais, com o terceiro lugar na Mirim e o quarto na Junior. As disputas continuam hoje em Ubatuba agora com o início da terceira etapa do Circuito, que conta com 230 inscritos em cinco faixas etárias.

Publicidade

Ondas de meio metro marcaram as disputas ontem, com Daniel Adisaka mostrando conhecer bem o pico, ainda nas quartas-de-final, garantindo a melhor nota do dia, um 9,5 e somar 16,50 pontos de 20 possíveis. Recém-chegado da Califórnia, o surfista de 15 anos garantiu na mesma Praia Grande, onde aprendeu a surfar, a vaga para o Mundial Junior, no Japão, há menos de um mês.

Na decisão, ele enfrentou outros dois surfistas classificados para a disputa no outro lado do Mundo, o saquaremense Daniel Templar, segundo colocado, o catarinense Wallace Vasco, que ficou em terceiro, além do local do Guarujá Luan Hanada, o quarto lugar. Garantiu o placar logo com as duas primeiras ondas, com notas 6,5 e 7. Wallace reagiu, chegou perto e depois foi a vez de Templar, ao ter a melhor nota da decisão, um 7,25. Com o resultado, o surfista fluminense assumiu a liderança do ranking, com 1.556 pontos, seguido de perto por Adisaka, com 1.430 e Fernando John John, com 1.312.

“Estou muito feliz em ter ganhado aqui em casa. Também foi aqui a vaga para o Mundial. É uma praia especial para mim. Quero agradecer muito a Deus, a todos que estavam na torcida, também o suporte do Instituto Gabriel Medina, onde treino, e aos treinadores, que estavam na praia nos ajudando”, vibrou. “Com certeza é uma benção na minha vida. Este é um ano muito importante, de bastante conquistas e agora é pensar em ganhar esse título e entregar na mão de Deus”, contou.

Já a final da Junior contou com três surfistas de Guarujá. Júnior Siqueira abriu com uma nota 7,0, a melhor da bateria, e no final tinha a prioridade, porém escolheu mal a onda, tirando 2,25. Alax Soares, atual campeão paulista da categoria, também tentou reverter o resultado, mas não adiantou e Ihgor Sant’Ana festejou a sua primeira vitória no campeonato. Ao saírem do mar, tanto Ihgor quanto Júnior, Alax e Wallace, segundo, terceiro e quarto, respectivamente, foram carregados nos ombros, numa grande comemoração coletiva para Guarujá.

Mesmo com a quarta colocação na Junior, Wallace Vasco assumiu a ponta do ranking, com 1.729, um pouco à frente de Alax, com 1.710, já Ihgor aparece em terceiro, com 1.430. “Não tenho palavras para descrever o que estou sentindo agora. Com certeza, estava no meu dia. Estava determinado, focado nessa vitória.Quero agradecer muito a Deus, a todos que estavam torcendo por mim, aos meus patrocinadores, que acreditam muito em mim. Agora já estou preparado para a próxima etapa, que já é nessa sexta-feira. Foi um sonho se realizando. Sempre surfamos juntos e isso é o que me faz querer mais surf”, falou Wallace.

Com as duas finais realizadas e os resultados feitos em Maresias nas categorias Iniciante (sub14), Estreante (sub12) e Petit (sub10), São Sebastião faturou o primeiro lugar por Equipes, somando 5.615. Ubatuba terminou em segundo, com 5.460, enquanto que Guarujá foi a terceira, com 4.242, seguido de Bertioga, com 1.732. E hoje, sexta-feira, a terceira etapa do Circuito começou com as duas primeiras fases da categoria Junior. As finais estão marcadas para terminar no domingo, das 13 às 14h30.

Foto: Munir El Hage.
RESULTADOS DA 2ª ETAPA ADIADA
CATEGORIA MIRIM (ATÉ 16 ANOS)

1 Daniel Adisaka – Ubatuba

2 Daniel Templar – RJ

3 Wallace Vasco – SC

4 Luan Hanada – Guarujá

CATEGORIA JUNIOR (ATÉ 18 ANOS)

1 Ihgor Sant’Ana – Guarujá

2 Júnior Siqueira – Guarujá

3 Alax Soares – Guarujá

4 Wallace Vasco – SC

CIDADES

1 São Sebastião

2 Ubatuba

3 Guarujá

4 Bertioga

RANKING APÓS 2 ETAPAS

CATEGORIA MIRIM (ATÉ 16 ANOS)

1 Daniel Templar – RJ – 1.556

2 Daniel Adisaka – Ubatuba – 1.430

3 Fernando John John – São Sebastião – 1.312

4 Luan Hanada – Guarujá – 1.260

CATEGORIA JUNIOR (ATÉ 18 ANOS)

1 Wallace Vasco – SC – 1.729

2 Alax Soares – Guarujá – 1.710

3 Ihgor Sant’Ana – Guarujá – 1.430

4 Júnior Siqueira – Guarujá – 980

O Nossolar Construtora apresenta Hang Loose Surf Attack 2017 tem a organização da Federação Paulista de Surf, com patrocínios de Overboard Action Sports Store, Surftrip, Super Tubes e Hot Water. Copatrocínios de Rhyno Foam, CT Wax. Apoios:  Governo do Estado de São Paulo, prefeituras de Santos, Guarujá, São Sebastião e Ubatuba, Associação Santos de Surf, Associação de Surf de Guarujá, Associação de Surf de São Sebastião e Associação Ubatuba de Surf. Divulgação: FMA Notícias.

Ihgor Sant’Ana venceu pela primeira vez no Circuito. Foto: Munir El Hage.
Daniel Adisaka faturou a categoria Mirim. Foto: Munir El Hage.
Wallace Vasco é o atual primeiro colocado no ranking da categoria Junior. Foto: Munir El Hage.
Daniel Templar está na ponta do ranking da Mirim. Foto: Munir El Hage.

Fotos Munir El Hage

Por Hang Loose Surf Attack

Galeria de Imagens