Contagem regressiva para a etapa paraense do CBSurf Tour

camp bras 2016r

 

Publicidade

Contagem regressiva para a etapa paraense do CBSurf Tour

Atletas de todo Brasil já estão mobilizados para marcar presença na etapa de maior premiação do certame da Confederação Brasileira de Surf que ainda conta com inscrições e hospedagens gratuitas

Nada menos que 120 atletas integrantes de delegações de todas as Regiões do Litoral Brasileiro já confirmaram presença nas disputas da etapa mais exótica do CBSurf Tour, que rola entre os dias 11 e 12 de junho nas verdes ondas da Praia do Atalaia, localizada no município de Salinópolis, a cerca de 200km da Capital Paraense.

E algumas equipes já estão de malas prontas, como é o caso de atletas dos estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará, que partirão de ônibus nesta quinta-feira (09) de Fortaleza com destino à Salinópolis-PA, sem escalas. Além desses, atletas do Maranhão, Piauí, Rio de Janeiro, São Paulo e do estado anfitrião já estão inscritos e prometem acirrar as disputas pela generosa premiação que será distribuída entre os competidores da 2ª Etapa do Tour 2016 da Confederação Brasileira de Surf.

Pelo terceiro ano consecutivo o mais badalado balneário paraense receberá os principais astros do surf amador nacional na etapa de maior premiação do certame. Nada menos que 20 mil reais, oito pranchas, kits e troféus comporão a valiosa premiação que será um dos principais atrativos para os competidores, que também contarão com outros benefícios como gratuidade de inscrições e hospedagens, regalias oferecidos pela FEPASURF, a Federação Paraense de Surf, que promete uma grande festa para todos os participantes.

Mas os atrativos da etapa paraense do circuito não param por aí. Além da oportunidade de conhecer uma das culturas mais exóticas de nosso país, com uma culinária marcada pela riqueza e variedade de temperos e sabores, e contemplar as belezas naturais da Amazônia Atlântica, no sábado (11) um grande Festival Cultural comandado pelos principais DJ’s e Bandas locais promete agitar os milhares de turistas que costumam lotar a Praia da Atalaia em dias de grandes eventos como a Etapa do Circuito Brasileiro de Surf da Confederação, que esse ano se consolida como uma das principais paradas do certame, entrando definitivamente no calendário da entidade. E ainda tem mais, o incremento da premiação das categorias femininas também será um importante incentivo mostrando que a CBSurf e a FEPASURF estão comprometidas com a valorização e o desenvolvimento do surf brasileiro integralmente.

Todos os líderes do circuito já confirmaram participação com o objetivo de lutar para manter a ponta no principal circuito amador nacional, o que garante o alto nível das disputas que prometem ser eletrizantes.

“O aumento no valor da premiação é uma demonstração do esforço contínuo da entidade para promover o surfe no país, sobretudo o feminino e reforça nosso intento em que elas sejam valorizadas cada vez mais” afirma o Presidente da CBSurf, Adalvo Argolo.

Distribuição da Premiação

Open Masculino – Total R$ 8.000 (oito mil reais)
1° – 2.400 reais +prancha, troféu e kit de brindes
2° – 1.700 reais +troféu e kit de brindes
3° – 1.200 reais +troféu e kit de brindes
4° – 900 reais +troféu e kit de brindes
5°s (dois) 500 x2 =1000
7°s (dois) 400×2=800 reais

Júnior Masculino – Total R$ 8.000 (oito mil reais)
1° – 2.400 reais +prancha, troféu e kit de brindes
2° – 1.700 reais +troféu e kit de brindes
3° -1.200 +troféu e kit de brindes
4° – 900 reais +troféu e kit de brindes
5°s (dois) 500 reais x2 =1.000
7°s (dois) 400 x2=800 reais

Open Feminino – R$ 2.000 (dois mil reais)
1° – 700 reais +prancha, troféu e kit de brindes
2° – 600 reais +troféu e kit de brindes
3° -400 +troféu e kit de brindes
4° – 300 reais +troféu e kit de brindes

Júnior Feminino– R$ 2.000 (dois mil reais)
1° – 700 reais +prancha, troféu e kit de brindes
2° – 600 reais +troféu e kit de brindes
3° -400 +troféu e kit de brindes
4° – 300 reais +troféu e kit de brindes

Mirim Sub 16
1° – Prancha, troféu e kit de brindes
2° – Troféu e kit de brindes
3° -Troféu e kit de brindes
4° – Troféu e kit de brindes

Iniciante Sub 14
1° – Prancha, troféu e kit de brindes
2° – Troféu e kit de brindes
3° -Troféu e kit de brindes
4° – Troféu e kit de brindes

IMPORTANTE

A eventual inscrição em mais de uma categoria poderá ser atendida tendo em vista que atletas já ranqueados e titulares dos estados tem prioridade de vaga em mais de uma categoria, e deverá ser solicitada com antecedência, pois, as vagas são limitadas e a formatação das baterias, assim como a confirmação de inscrições pela comissão técnica deverá acontecer na sexta-feira, 10/06, ficando as disputas para o final de semana em que se distribuirá a premiação do CBSurf Tour no Pará.

Estrutura do evento

Para atender a todas as necessidades de um evento dessa magnitude a Federação Paraense de Surf junto com a Prefeitura de Salinas está preparando uma megaestrutura com dois palanques fixos: um na entrada da Praia da Atalaia e outro no meio da praia. Dessa forma o Staff do evento terá todas as condições de desenvolver o seu melhor trabalho, bem como as bandas e DJ’s convidados poderão garantir a animação dos presentes durante os dois dias da competição.

Etapa paraense do circuito da CBSurf democratiza o surf

A entrada do Pará no CBSurf Tour veio reparar uma condição histórica de desfavorecimento dos estados do Norte e Nordeste do país nesse circuito tão importante. Durante anos, o surf em estados como Pará, Maranhão e Piauí, foi prejudicado pela distância dos grandes centros desportivos, fato que historicamente dificultou o desenvolvimento do surf nesses estados. Agora, a partir da estreia da etapa paraense no Tour, esse cenário começou a mudar. O maior exemplo disso é o número de participantes que vem aumentando significativamente desde 2014, data da entrada do Pará no calendário da CBSurf. Apenas esses três estados levarão mais de 60 atletas para a etapa. Só o Pará terá 40 atletas participando da competição, um marco para o surf na Região e para a gestão do atual presidente da entidade Adalvo Argolo, que prometeu em sua campanha diminuir essa “dívida” histórica do surf brasileiro com o Norte e o Nordeste e não tem medido esforços para equilibrar essa conta.

Iguarias paraenses

A organização do evento sugere e estimula que os visitantes experimentem toda riqueza da gastronomia paraense e não deixem de provar iguarias como o açaí original, servido com peixe frito, tapioca e farinha de mandioca; o Filhote, um peixe de água doce delicioso; o Tacacá no Tucupi, uma receita de origem indígena que combina camarão com ervas e plantas exóticas da Amazônia; o Cupuaçu; o Bacuri; a Castanha-do-Pará, e tantas outras delícias da culinária paraense que fazem sucesso em receitas sofisticadas em restaurantes estrelados do Brasil e do mundo e que podem ser encontradas por onde quer que se ande no estado.

Sobre Salinópolis

Também conhecida como Salinas o balneário é um dos principais destinos de veraneio da juventude descolada paraense que costuma lotar suas areias em feriados, férias ou em grandes eventos como o Circuito da Confederação Brasileira de Surf, que pelo terceiro ano consecutivo faz a sua segunda parada nas ondas esverdeadas da Pérola da Amazônia.

Acostumado com badaladas festas de atrações nacionais e internacionais o município paraense de 60 mil habitantes chega a ter sua população aumentada em mais de 200% em datas comemorativas, feriados, férias e grandes eventos. Contando com uma excelente infraestrutura de hotéis, aeroporto e estradas o município chega a receber 130 mil turistas que, em sua maioria, buscam aproveitar os 13 km de praia que começam na Atalaia e termina na Praia do Farol.

Um novo tempo

Segundo Noélio Sobrinho, Presidente da Fepasurf, o surf paraense tem vivido uma nova fase desde que um grupo de deputados resolveu deixar de lado as diferenças para juntos alavancarem o surf no estado. Esse movimento teve início em um evento da pororoca e se consolida agora na segunda etapa do Circuito Brasileiro da CBSurf com a união de 7 parlamentares em torno de um projeto apartidário chamado de Emenda Compartilhada, com o objetivo de fomentar o surf no Pará. São eles os deputados Bordalo, Cássio Andrade, Cel. Neil, Eduardo Costa, Osório Juvenil, Lélio Costa e Chicão.

“Essa parceria entre a Abraspo-Associação Brasileira de Surf na Pororoca, a Fepasurf-Federação Paraense de Surf, a FCP-Fundação Cultural do Estado do Pará e a Alepa-Assembleia Legislativa do Pará trouxe um ganho muito importante tanto para o surf quanto para a cultura em nosso estado, pois, todos os nossos eventos agora têm a conotação esportiva, mas também cultural, sempre agregando diferentes elementos da cultura surf às competições como música, exposições etc”, declarou Noélio.

Mas, se por um lado a intervenção do Poder Legislativo foi crucial para esse novo momento do surf paraense, o poder executivo também teve um papel relevante nas pessoas do Governador Simão Jatene e do jovem prefeito de Salinas, Paulo Henrique Gomes, sem as quais o sonho de colocar o Pará no calendário oficial da Confederação Brasileira de Surf nunca poderia ter se tornado uma realidade:

“Em um momento tão delicado no qual nosso país está atravessando eu não posso deixar de ressaltar a importância da parceria histórica de nosso Governador Simão Jatene que sempre foi sensível às demandas do nosso esporte e do atual Prefeito de Salinas, Paulo Henrique Gomes, que tem nos apoiado incondicionalmente para que juntos possamos realizar o maior evento de surf da história do Pará”, finalizou Noélio.

Maiores Informações:

Para informações de hospedagem facilitada para inscritos contatar Noélio Sobrinho da FEPASURF via Facebook ou pelo telefone (91) 9.8166.7005.

A 2ª Etapa do Circuito de Seleções da Confederação Brasileira de Surf, o CBSurf Tour, conta com o patrocínio da Fundação Cultural do Estado do Pará, Governo do Pará, Assembleia Legislativa do Estado e Prefeitura Municipal de Salinópolis. Divulgação: Jovem Pan 102,3. Realização: Confederação Brasileira de Surf, Federação Paraense de Surf (FEPASURF) e Abraspo-Associação Brasileira de Surf na Pororoca.

Brasileiro de Seleções CBSurf Tour 2016

Ranking seleções 2016

1° – Pernambuco: 1000 pontos

2° – Rio de Janeiro: 900 pts

3° – Alagoas: 810 pts

4° – Rio Grande do Norte: 729

5° – Paraíba: 656

6° – Ceará – 590

7° – Pará – 531 pontos

8° – Bahia – 478

9° – Sergipe – 430

Sub 14/Iniciante

1° – Yuri Barros (PB) 1000 pontos

2° – Felipe Alves (PB) 900 pts

3° – Mateus Sena (RN) 810 pts

4° – Reginaldo Filho (PB) 729 pts

Sub 16/Mirim

1° – Vitor Ferreira (RJ) 1000 pontos

2° – Cauã Nunes (PE) 900 pts

3° – Mateus Sena (RN) 810 pts

4° – Yuri Barros (PB) 729 pts

Sub 18/Júnior Feminina

1° – Deyse Costa (PA) 1000 pontos

2° – Karol Ribeiro (RJ) 900 pts

3° Letícia Cavalcante (CE) 810 pts

4ª Karen Cristina (AL) 729 pts

Sub 18/Júnior

1° – Douglas Silva (PE) 1000 pontos

2° – Júlio Cesar (AL) 900 pts

3° – João Vítor Ferreira (RJ) 810 pts

4° – Deyvison Santos (PE) 729 pts

Open Feminino

1° – Luara Thompson (RJ) 1000 pontos

2° – Ramaiana Silveira (PE) 900 pts

3° – Deyse Costa (PA) 810 pts

4° – Letícia Cavalcante (CE) 729 pts

Open

1° – Denner Carvalho (PB) 1000 pontos

2° – Paulo Henrique (RN) 900 pts

3° – Thiago Silva (PE) 810 pts

4° – Keison Barbosa (CE) 729 pts

Por George Noronha