Yagê Araújo, local de Itacaré, vence o Tablas Surf Pro em Vilas do Atlântico

Yagê Araújo vence etapa do Tablas Surf Pro em Vilas do Atlântico. Foto: @gustavoradel

Foram três dias de competição, no evento válido pelo Baiano Pro, mas que também conta pontos para os rankings brasileiro e nordestino, fato que atraiu atletas de outros estados como Pernambuco, Alagoas e Ceará.

Publicidade

Na categoria Profissional, o show ficou por conta do itacareense Yagê Araújo, que na final não deu chances aos adversários ao cravar 9.25 e 9.50 pontos nas suas duas melhores ondas e cravar 18.75 pontos de somatório.

Em ondas de 1,5 metro e com vento forte, Gegê surfou forte de backside e arrancou uma nota 9,50 na final com apenas uma pancada de backside. Yagê ainda bateu todos os recordes do evento com as maiores notas e o maior somatório da competição.

Em segundo ficou o alagoano Amando Tenorio, que chegou a arrancar 8.50 dos juízes em uma onda intermediária, mas muito bem surfada do início ao fim.

Presença constante nos pódios das competições disputadas na Bahia, Erick Moraes terminou em terceiro, seguido por Franklin Serpa, que vinha destruindo nas fases anteriores, mas na final não conseguiu entrar em sintonia com as ondas.

Serpa terminou empatado com Yagê na lista de maiores notas da prova, com um 9.50 obtido na terceira fase. Na mesma bateria, o atleta de Olivença registrou um somatório de 18.25 pontos, recorde que foi quebrado apenas por Yagê na decisão.

Nas categorias amadoras, destaque para a batalha entre Davi Mendes e Diogo Santos na final da Sub 16, formada por quatro atletas de Ilhéus.

Davi levantou a plateia com uma pancada de frontside no crítico avaliada em 8.75.

Diogo também jogou duro e mostrou um repertório variado de manobras, com laybacks, rasgadas e batidas.

Por apenas 0.25 de diferença, o título ficou com Davi, autor de 15.25 pontos, contra 15.00 de Diogo. Em terceiro ficou Bruno Marroche, seguido por Hawai Chan.

Na Sub 18, Félix Martins, de Itacaré, levou a melhor no duelo com Arthur Cerqueira (2o), Daniel Matos (3o) e Bruno Marroche.

Na Sub 14, Braian Ramos, de Porto de Sauípe, jogou duro e superou Hawai Chan (2o), Darlan Marques (3o) e Kaio Silva em uma bateria muito acirrada.

A Sub 12 marcou a vitória de Gabriel Medina, xará do campeão mundial de 2014. Na decisão, o grommet venceu Matheus Neves, Breno Matos e Ryan Fadul.

A Master foi dominada por Wallace Sampaio, que escolheu muito bem as ondas e não vacilou, totalizando 15.25 pontos na vitória contra Leo Xerife (2o), Ricardo Neves (3o) e Marcelo Alves.

Na SUP Wave, Roberto Vieira mostrou que conhece muito bem as ondas do pico e bateu Gustavo Kombi (2o), Cristiano Macedo (3o) e Gustavo Foerster.

Entre as meninas, cinco atletas disputaram a final e Daniele Albuquerque levou a melhor, deixando para trás Camila Belfort (2a), Rebeca Marques (3a), Laine Silva (4a) e Andrea Mendes.

Resultados 

Profissional
1 Yagê Araújo
2 Amando Tenório (AL)
3 Erick Moraes
4 Franklin Serpa
5 Ives Lopes
5 Italo Rosa
7 Demi Brasil
7 Fabricio Bulhões
9 Taiwan Chan
9 Maurício Weyll
9 Bruno Galini
9 Alandreson Martins
13 Leo Andrade
13 Leo Sepúlveda
13 Davi Silva
13 Igor Farias

Sub 10
1 Matheus Neves
2 Vitor Gabriel
3 Gustavo Medina

Sub 12
1 Gabriel Medina
2 Matheus Neves
3 Breno Matos
4 Ryan Fadul

Sub 14
1 Braian Ramos
2 Hawai Chan
3 Darlan Marques
4 Kaio Silva

Sub 16
1 Davi Mendes
2 Diogo Santos
3 Bruno Marroche
4 Hawai Chan

Sub 18
1 Félix Martins
2 Arthur Cerqueira
3 Daniel Matos
4 Bruno Marroche

Master
1 Wallace Sampaio
2 Leo Xerife
3 Ricardo Neves
4 Marcelo Alves

Feminino
1 Daniele Albuquerque
2 Camila Belfort
3 Rebeca Marques
4 Laine Silva
5 Andrea Mendes

Longboard
1 Robson Fraga (SE)
2 Valdemar Popó
3 Peterson Filho
4 Vinicius Cardoso

SUP Wave
1 Roberto Vieira
2 Gustavo Kombi
3 Cristiano Macedo
4 Gustavo Foerster

Fotos Juan Bombae

Fonte surfbahia.com.br

Galeria de Imagens