Quarto Circuito ASBOA finaliza sua 2ª Etapa na praia do Olho D’água

Com esta decolagem na rampa do Olho Dágua, o paraense Paulo Rogério levou para casa o troféu de campeão e os trezentos reais oferecidos para a categoria. Foto Denys Sarmanho/Craud.net

IV Circuito ASBOA– Limpeza de praia

Publicidade

Com bastante trabalho e muita garra, a diretoria da ASBOA finalizou entre os dias 21 e 24 de setembro, a segunda etapa do IV Circuito da Associação de Surf e Bodyboad do Olho D’água ASBOA – Limpeza de praias

O atleta proveniente do município de Salinópolis, no Pará, Paulo Rogério, utilizou-se de sua arma favorita, o ‘frontside air 360°’, e também de suntuosas rasgadas jogando muita água para o alto, para superar as potentes patadas no ‘pocket’  e o surf sólido do maranhense Flávio Marão na final da segunda Etapa da ASBOA. Com outro talento maranhense, Amaury Oliveira, abocanhando a terceira colocação, seguido do ‘local hero’, Marcelo ‘suru’ em quarto.

A Master é outra categoria que vem mostrando excelente nível em todo o Brasil, e em São Luís não poderia ser diferente. Oferecendo também um bônus em dinheiro, desta vez Flávio Marão levou as ‘oncinhas’ para casa, superando na final o local do Caolho Amaury Oliveira. Em terceiro lugar ficou Marcelo ‘suru’, profundo conhecedor da onda, e em quarto, o mestre Paulo Encarnação.

Flávio Marão
Denis Sarmanho

Na Grand Master, o paraense Denis Sarmanho encontrou duas ondas boas e executou manobras no critério, levando novamente o ‘caneco’ de campeão para Salinópolis, e com ele o título antecipado do Circuito de 2017 na categoria. Em segundo ficou Naldo Santos, que com este resultado melhorou sua colocação no ranking, seguido de Sergio Coutinho e Paulo Encarnação, terceiro e quarto lugares respectivamente.

Na Junior, o maranhense Lucas Gomes superou outro paraense, vindo de Salinópolis, Felipe Nóbrega, para somar importantes pontos na briga pelo título e levar o prêmio máximo para casa, seguidos da revelação da Ponta da Areia, Kadu ‘paquinha’, em terceiro, e Mateus Serra do Caolho, em quarto.

A Surf Local teve embates emocionantes, e oferecendo também premiação em dinheiro, quem se deu bem desta foi o atleta Beto ‘surf’, seguido da fera Kadu Castro em segundo, Naldo Santos em terceiro, e José Verde ficando com a quarta colocação.

Naldo Santos
Marcelo Suru

Fechando a competição com a categoria Iniciante, o talento de Kadu Paquinha na final superou o esforçado Felipe Coutinho, que precisou de uma manobra mais expressiva, mesmo assim ficando no segundo posto, deixando Davi Carioca em terceiro.

Em dezembro A ASBOA encerra o IV Circuito ASBOA com sua terceira etapa e vai premiar os melhores surfistas da entidade em suas respectivas categorias em uma festa regada a muito surf, rock roll e reggae, bem ao estilo da ASBOA.

Lucas Gomes
Kadu Paquinha

Agradecemos ao Deputado Bira do Pindaré que além de conseguir o Palco e o Som, veio prestigiar pessoalmente a competição e ver o quanto é bacana fomentar o esporte Surfe em águas maranhenses. Agradecer também ao trio de Deputados: Neto Evangelista, Wellington do Curso e Sergio Frota, que juntos ofertaram a quantia de R$ 1.000,00 reais distribuídas aos primeiros colocados das principais categorias. Agradecer as lojas Trafic, Marcelo Surf e Terral Surf Shop pela composição dos Kits de roupas. A H2O, Horizon Marítima, e Só Peças por acreditarem desde o início e das primeiras competições da Associação, o nosso muito obrigado mesmo. Agradecer ao Governo do Estado através das Secretarias de Estado De Meio Ambiente SEMA, a SEDUC e a CAEMA, com Bióloga Laís, proferindo palestras sobre balneabilidade e despoluição dos rios Claro e Pimenta.

Agradecemos também o apoio da nossa amiga Geize, proprietária da Higienizadora São Luís, que ofertou banheiros químicos e a palestra sobre estação de tratamento e reutilização de água, todos os temas relacionados ao Dia mundial de Limpeza de rios e mares, uma das campanhas da ASBOA, ao Eduardo Lobato, atleta que informatizou o sistema de notas. A empresa Potiguar e Florestinha Pau Brasil pelos Palet’s, pelo transporte e ambientação de nossa Sede social. Agradecer a presença dos alunos do CINTRA e CEE Clarindo Santiago, e o Bombeiro Mirim Civil do bairro São Cristóvão, que fizeram a oficina de pranchas feita com garrafas ‘pet’, e puderam questionar sobre essas ações nas praias da ilha de São Luís. Agradecer também ao Professor Jefferson (CINTRA) e toda sua equipe, a Professora Cristina, diretora do Clarindo, a Professora Josleya pelo empenho na liberação do ônibus para transporte da garotada, e a toda diretoria do Bombeiro Mirim.

Agradecemos a toda diretoria da ASBOA pelo empenho e dedicação, sabemos de nossas limitações, mas vamos procurando melhorar a cada experiência, parabéns. Agradecemos equipe da Beto Palet’s, que dá o suporte na montagem da estrutura, e a equipe de juízes da Terral Surf Shop, sempre buscando o aperfeiçoamento e celeridade nos resultados.

E não poderíamos deixar de agradecer quem faz tudo isso ganhar destaque na mídia, que ficou por conta da Arte do Cristóvão Almeida, e a divulgação do IMPARCIAL, Surfguru e Surfista Slz, do site Craud.net com a cobertura do fotógrafo e atleta de Denis Sarmanho, e do fotógrafo Josemar de Jesus, o nosso querido HP.

E por fim agradecer a todos que direta ou indiretamente contribuíram para mais um evento ASBOA. Fica o convite em dezembro para o encerramento e premiação do IV Circuito ASBOA – Limpeza de praia na Praia do Olho d’água, o berço do surf maranhense.

Amaury Oliveira
Marcelo ‘suru’

RESULTADO FINAL DA 2° ETAPA DO 4° CIRCUITO ASBOA DE SURF:

CATEGORIA OPEN:
1° Paulo Rogério – PA; troféu e R$ 300,00
2° Flavio Marão; troféu e kit
3° Amaury Oliveira; troféu e kit
4° Marcelo ‘suru’; troféu e kit

CATEGORIA MASTER:
1° Flavio Marão; troféu R$ 250,00
2° Amaury Oliveira; troféu e kit
3° Marcelo ‘suru’; troféu e kit
4° Paulo Encarnação; troféu e kit

CATEGORIA GRAND-MASTER:
1° Denis Sarmanho – PA; troféu e kit
2° Naldo Santos; troféu e kit
3° Sergio Coutinho; troféu e kit
4° Paulo Encarnação; troféu e kit

CATEGORIA JUNIOR:
1° Lucas Gomes; troféu e R$ 200,00
2° Felipe Nóbrega – PA; troféu e kit
3° Kadu Paquinha; troféu e kit
4° Mateus Serra; troféu e kit

CATEGORIA SURF LOCAL:
1° Beto Surf troféu e R$ 250,00
2° Kadu Castro troféu e kit
3° Naldo Santos troféu e kit
4° José Verde troféu e kit

CATEGORIA INICIANTE:
1° Kadu Paquinha; troféu e kit
2° Felipe Coutinho; troféu e kit
3° Davi Carioca; troféu e kit

Texto e fotos Denys Sarmanho/ Craud.net

 

 

Conheça um pouco mais sobre o trabalho da ASBOA

A Associação vem há quatro anos despertando o esporte na Ilha, e esse ano com foco total na busca pelo reconhecimento de suas atividades. O surf é o esporte que mais cresce entre os jovens maranhenses, mas com a falta de um maior apoio e de dificuldades de patrocínios ainda trabalhamos de forma amadora. Fomentar o esporte é a nossa missão, mas para isso é necessário que o poder público, lojistas e representantes entendam melhor toda cadeia produtiva que o surf proporciona entre elas o turismo, e o vestuário, que movimentam uma indústria bilionária.

Infelizmente o Maranhão ainda não se encaixou nesse cenário e os poucos atletas que conseguem custear suas despesas ainda sonham com o devido reconhecimento, haja vista os resultados que trazem após as viagens pelo Brasil.

O Circuito ASBOA acaba sendo um circuito de resistência, e a principal competição do Maranhão, ranqueando atletas e organizando as categorias. Um de nossos objetivos é a implantação de nossa ‘Escolinha Comunitária de Surf’, com a proposta de ensinar o esporte e assim poder identificar as potencialidades desses jovens, que só precisam de uma oportunidade, seja ela de uma escola, de um emprego, ou até mesmo a prática esportiva.

Após as Olimpíadas realizadas no Brasil, o surf passou a ser modalidade olímpica e estará presente nas próximas edições dos Jogos em 2020. A inclusão do Surf nas escolas públicas ou até mesmo nas particulares é uma  questão de tempo, isso, se as autoridades assim compreenderem e começarem a apoiar mais o esporte. Basta olhar a nossa extensão costeira, somos uma ilha e ainda temos um dos maiores litorais do Brasil, onde encontramos as grandes ondas da praia da Travosa entre Primeira Cruz e Santo Amaro, com excelentes condições para prática do Surf. Temos também a Pororoca do Arari, com o Maranhão sendo o único estado do Nordeste que possui este fenômeno.

Surf é vida!

Por Rogério Verde – Diretor ASBOA

Galeria de Imagens

  • alpax surf

    excelente cobertura valeu a força.

  • Rodrigo Coutinho

    Valew Sarmanho, pela cobertura. Excelente matéria.